Vale a pena ir de Cancun/Playa del Carmen a Chichén Itzá?

Quando me fizeram essa pergunta eu só pensei: Sério, não dá pra ir a Cancun e não separar pelo menos 1 dia da sua viagem para conhecer essa que é uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno. Até mesmo porquê são apenas 2h30 (se você for de Playa del Carmen) e 3h15 se você for de Cancun para chegar até esse lugar incrível e cheio de história. 

Pirâmide de Kukulcán – o monumento mais famoso do local

Então vou contar um pouco pra vocês de como foi nossa experiência indo pra lá de carro alugado. Você também pode contratar um passeio para ir até lá caso não queira dirigir uma distância tão longa, mas como nós fomos no período de reabertura da pandemia de 2020 não quisemos arriscar de ficar indo em van de passeio. 

Bom, saímos do nosso hotel em Playa del Carmen relativamente cedo e pegamos a estrada para lá. Vimos em vários blogs que a estrada, apesar de longa era boa e tranquila. Mas, infelizmente, pegamos a estrada com muitas e muitas obras, cheias de alterações de pistas, bifurcações e isso acabou atrasando um pouquinho mais nossa chegada. Mas enfim. É super fácil de chegar e se estiver de carro alugado não precisa de passeio pra isso. É só colocar no Waze o endereço da Pirâmide Kukulcan (achamos melhor do que escrever só Chichen Itzá porque estava mandando para outro lugar), mas quando vai chegando mais próximo começam a aparecer as placas indicando, então fica mais simples. 

Vi no site deles também que o local tem estacionamento mas que não estava incluído no valor do ingresso e fomos preparados para estacionar lá. Porém, ao chegarmos lá, a rua que era pra entrar no estacionamento estava fechada e um dos funcionários informou que ele já estava lotado e que poderíamos colocar em outro estacionamento privativo próximo. 

Nós ficamos meio desconfiados porque tínhamos visto na internet que tinham muitos “espertinhos na região” que te abordavam pra você estacionar no caminho fingindo ser funcionário do local para te enrolar e confesso que achei que era mentira, mas como não tinha como passar porque tinham fechado a rua não tínhamos muito o que fazer. Vimos muitas pessoas estacionando na rua mesmo e com muitos caras cobrando por isso (achei um absurdo, até mesmo porque a polícia poderia multar aqueles carros com certeza. Contei um pouquinho sobre a questão da polícia mexicana nesse post). Então, estacionamos no estacionamento privativo que o funcionário tinha indicado. Ele acabou saindo mais barato do que o estacionamento do local mas foi um pequeno transtorno pois tivemos que andar quase 1 km a pé até a entrada do parque e gente: lá é muitooo quente!!! Sério! Então, antes de qualquer coisa anotem as dicas abaixo para irem a Chichen Itzá preparados como nós fomos:

  • Levem chapéu, boné, protetor solar, repelente e água gelada!
  • Separem dinheiro em pesos! Tanto os pedágios no caminho quanto uma parte do ingresso (falarei abaixo) só podem ser pagos em dinheiro e em pesos mexicanos. 
  • Não parem o carro com qualquer pessoa na estrada quando estiverem chegando mesmo que pareçam uniformizadas. Vão até o máximo que puderem perto da entrada da Zona arqueológica que te for permitido. Se o estacionamento tiver vagas a rua final até a entrada estará aberta. 

Bom, ao chegar na bilheteria já separe o valor para pagamento. A parte do ingresso de entrada você pode pagar no cartão de crédito se quiser. Mas a parte do imposto do governo você precisa pagar em pesos mexicanos e em dinheiro. Nós fizemos isso. 

Então, pra você se preparar com a quantidade de pesos mexicanos que você irá gastar em média anote aí: mais ou menos uns 650 pesos com pedágio (ida e volta) + a parte do imposto também em pesos (é bom ver o valor atualizado no site deles antes de ir). Se quiser pagar a parte do ingresso também em pesos e em dinheiro some isso também.

O valor total do ingresso estava 533 pesos mexicanos por pessoa. 453 pesos para entrada e 80 pesos o imposto que tem que ser pago em dinheiro (peso mexicano, não pode ser pago em dólar).

Uma observação na compra do ingresso: Você só pode entrar em Chichén Itzá com câmera fotográfica. Se quiser entrar com câmeras de vídeo terá que pagar uma taxa extra. Se não pagar tem que deixar lá fora nuns armários que acredito que devam ser pagos também. Nesse dia levei minha câmera fotográfica mas tinha esquecido a bateria (aff), então só entrei com celular mesmo e não tive problemas.  

Na entrada terão diversos guias oferecendo seus serviços para acompanhar vocês e explicar um pouco da história de cada monumento. Esses guias não são do parque, são autônomos. Se você quiser contratá-los pode negociar diretamente com eles o valor. Eu não quis, primeiro porque raramente encontraríamos algum que falasse português, ou seja, eles iam falar em espanhol ou inglês rápido pra caramba, e eu já tinha visto algumas pessoas na internet comentando que enquanto eles estão fazendo as explicações eles não dão tempo para fotos. Ou seja, você tem que fazer o tour no parque todo só com eles explicando e depois voltar pra fazer suas fotos. Lá é quente demais pra isso sério!!! 

Fizemos todo o tour por conta própria e íamos tirando nossos fotos calmamente durante a visita..hehe Mas isso vai de cada um, tá? Muita gente na internet escreveu que amou a visita com guia, então escolha o que for mais adequado ao seu perfil!

Eu já me interesso por estudar tudo sobre os locais da viagem antes de viajar sempre e, principalmente, antes de entrar em museus e locais históricos então eu já tinha estudado tudo, logo, eu mesma fui a guia do meu marido e não gastamos nada a mais por isso e ainda fazíamos nossas fotos em paz! Heheheheheh

Esse cenote, apesar de lindo, tem uma história super triste. Ele era utilizado para diversos sacrifícios humanos, inclusive historiadores encontraram ossadas humanas no local recentemente.
Local onde era jogado o famoso “Juego de la pelota”. No dia seguinte ao dia que fomos a Chichén Itzá fomos ao parque Xcaret e no show do parque eles mostram como era esse jogo. Veja nosso roteiro completo por Cancun e Playa!
Cada monumento mais incrível que o outro

Durante toda a visita você encontrará barraquinhas com produtos de artesanato, lembrancinhas etc. Mas os vendedores são bem chatinhos e insistentes (vocês sabem como sou com atendimento né?) então acabei não tendo muita paciência pra comprar nada lá, apesar de ter visto bastante coisa legal….fora que eu já falei que tava muitoooo quente? Já né? Heheh 

Diversas barracas com artigos de artesanato durante todo o caminho

Fizemos toda a visita e confesso que teve uma hora que ainda faltavam uns 2 monumentos pra visitar e eu já não aguentava mais de tanto calor mesmo bebendo muita água. Mas fomos até o final e vimos tudo. 

Saímos de lá e chegamos no finalzinho da tarde em Playa para tomar um banho maravilhoso e irmos jantar. Se a praia de Playa estiver boa no período de sua viagem, é uma boa pedida dar uma paradinha pra mergulhar na chegada. Mas quando fomos estava com muito sargaço, muito muito mesmo. Então a gente só tomou banho no Hotel mesmo….hehe.

No caminho para Chichen Itzá tem um cenote super famoso: o Cenote IK Kil que também pode ser uma ótima opção de parada antes de voltar se você estiver indo fora do período da pandemia. Não tenho muito como falar dessa experiência pois não fomos. Todas as vans cheias das agências de passeios estavam parando nesse cenote e já tínhamos visto que ele estava ficando lotado. Então optamos por não irmos até lá. 

Ah, e para quem não sabe, os cenotes são espécies de cavernas e grutas, ou apenas cavidades (no caso dos abertos) com lagos dentro. Eram comumente usados para rituais e/ou sacrifícios na civilização maia. Por esse motivo alguns são propícios para banho, mas outros não. É sempre bom pesquisar antes. 

Bom gente, espero que tenham gostado desse post! Conhecer mais uma das 7 Maravilhas do Mundo é uma experiência incrível demais mesmo com todos os contratempos!

Se quiser saber todo o nosso roteiro em Cancun e Playa del Carmen acesse esse post

Gostou desse blog? Reserve com nossos parceiros clicando nos links abaixo e nos ajude com uma pequena comissão!

Passagens áreas com o Passagens Promo
Hospedagem com o Booking.com
Aluguel de Carro com a Rentcars
Seguros com a Seguros Promo
Não viaje para o exterior sem o chip da easysim4u

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s