Gramado e Canela – Roteiro completo

Sabe aquelas cidades que quando você chega parece até que saiu do Brasil? A arquitetura, a tempetura, a infraestrutura de turismo, tudo isso faz de Gramado e Canela serem “cidades sonho” de viagem de muitos brasileiros. E não é por menos, pois é um encanto!

As cidades ficam localizadas na Serra Gaúcha e tem grande influência italiana e alemã tanto na sua arquitura quanto na gastronomia por conta da imigração ocorrida por volta de 1913.

Bom, então vamos ao que interessa? Irei dar algumas dicas básicas para quem está planejando conhecer a cidade e um roteirinho das melhores atrações, na minha opinião, é claro!

IMG_2830
A famosa Borges de Medeiros em Gramado

Quantos dias de viagem para curtir Gramado e Canela? Depende. Tem tanta coisa nas cidades para conhecer que você pode ficar até 10 dias que não conhecerá tudo. Mas para ter um aproveitamento básico, um mínimo de 4 ou 5 dias já é suficiente. Nós ficamos 7, então conseguimos incluir alguns passeios que costumam ficar de fora dos roteiros de quem fica menos tempo.

Alugo carro para ir a Gramado e Canela? Eu achei melhor sim. Na maioria das vezes (com algumas exceções, claro) eu sempre indico o aluguel de carro. Pois você pode ficar mais a vontade para fazer os passeios que quiser sem ter que ficar contratando transfer ou se aventurando em transporte público. Em lugares em que o metrô é farto (como nos posts que escrevi sobre Paris, Londres, Santiago no Chile) vale mais a pena você andar de transporte público, mas em lugares que você irá depender mais de ônibus ou Uber/Táxi eu sempre opto por alugar carro. Fora que, para chegar em Gramado, veja no próximo tópico, de carro você chegará bem mais a vontade.

Para a nossa viagem nós alugamos o carro pela nossa parceira RentCars e correu tudo bem. Para reservar com eles clique aqui. Dicas do que você deve prestar atenção quando alugar um carro você encontra aqui neste post.

Como chegar em Gramado e Canela? O aeroporto mais próximo de Gramado é o de Caxias do Sul (67km de distância aproximadamente). Porém, o aeroporto com a maior oferta de vôos e onde normalmente você encontra as maiores promoções de passagem para Gramado é o de Porto Alegre. Nosso vôo foi para esse aeroporto. Ele fica a aproximadamente 115km de distância, o que dá mais ou menos 2 horas de viagem de carro sem engarrafamentos, é claro. Por isso falei que o aluguel de carro seria uma melhor opção, pois só pra chegar e sair da cidade você já precisaria gastar um valor alto com transfer, taxi, uber. Ou então, se quiser economizar, pegar um dos ônibus intermunicipais. Nós optamos pelo carro mesmo. Pela facilidade de chegar na cidade e também para nossa locomoção por lá.

Bom, se estiver de carro, você verá que ao colocar o endereço do seu hotel no waze provavelmente ele te dará no mínimo 2 opções de rota:

Uma delas é a famosa “Rota Romântica”, conhecida assim por ser o caminho mais bonito para se chegar até Gramado, pois você passa por diversas cidadezinhas com casinhas alemãs, trechos rodeados de árvores etc. Essa passa pela BR116 e depois na BR235. Porém, apesar de bonita ela possui boa parte dela em pista única, o que a torna mais lenta, e também possui muitas curvas, o que também a torna mais perigosa.

A outra delas é a rota mais rápida e mais comum que tem mais trechos com vias duplicadas e passa por Novo Hamburgo e Igrejinha até chegar a Gramado.

Nossa idéia inicial era pegar a rota mais rápida na ida, pois como chegaríamos já no anoitecer não quisemos arriscar pegar uma estrada perigosa e desconhecida, e na volta pegar a rota romântica, pois voltaríamos pela manhã. Só que no dia da volta caiu uma tempestade e optamos voltar pela rota menos perigosa também.

Cada rota passa um pórtico diferente de entrada. Nós pegamos a rota que passa no pórtico amarelo. Muitas pessoas não sabem disso e ficam tristes pensando: cadê aquele pórtico lindo de pedra que vejo na internet? Ele está na rota romântica. Mas não fique chateado, mesmo que você vá pela outra rota, você pode dar um pulo no pórtico de pedra pois ele é super pertinho (pra quem estiver de carro, claro). Se algum dia você for no Snowland, por exemplo, como sugiro neste roteiro, você irá passar por ele.

Onde se hospedar? Em Gramado ou Canela? Uma das principais dúvidas que as pessoas tem quando estão planejando uma viagem para lá é onde se hospedar: em Gramado ou Canela. Então, digo a você: depende. Depende de que tipo de viajante você é e depende de suas escolhas de viagem. Então darei aqui a minha opinião pessoal para quem sabe te ajudar nesta escolha.

Eu e meu marido somos pessoas que adoram um footing noturno. Gostamos de realizar todos os passeios que precisam de carro durante o dia, mas a noite, poder sair a pé do hotel pelo centrinho das cidades que visitamos e simplesmente escollhermos onde vamos comer, ver as lojinhas, o dia a dia etc. Então, gosto muito de me hospedar perto dos centrinho movimentados. Então, optamos por nos hospedar num hotel que ficasse próximo da Borges de Medeiros em Gramado. E foi ótimo. Toda a noite passeávamos por ali a pé, e víamos os pontos turísticos sem precisar de tour: Rua Torta, Praça das Etnias, Igreja Matriz etc. Achamos ótimo. Porém, os hotéis ali perto da Borges não tem muita infraestrutura (tirando alguns mais luxuosos, mas que aí estavam fora do orçamento). Percebemos que em Canela é onde ficam os hotéis maiores, com mais cara de resort e alguns até perto do centrinho de Canela. Então, vai de cada um. Avalie os preços com carinho, pois você irá reparar que o custo de tudo na cidade é alto, então, poder economizar na hospedagem é sempre bom.

Quando for reservar seu hotel reserve pelo Booking pelo nosso link! Acesse aqui!

O que fazer em Gramado e Canela?

Bom, agora sim, vamos para a parte mais legal! Eu vou colocar aqui o roteirinho que foi o que fizemos e que você pode seguir de acordo com a quantidade de dias que você for ficar. Ao final do roteiro colocarei alguns lugares que não visitamos mas que você pode incluir no seu roteiro, se quiser. Alguns deles, por exemplo, parecem ser legais mas só não fomos pois não estávamos com crianças, então se você tiver crianças vale a pena dar uma olhada. E outros nós não fomos por que achamos que poderiam ser uma furada mesmo. Mas como sempre digo, opiniões pessoais cada uma tem a sua. Algumas pessoas vão a esses lugares e amammm!! Então, avalie seu estilo de viagem.

Então, chega de blá blá blá e vamos ao que interessa!

Dia 1- Não começarei aqui pelo dia da chegada porque sempre indico para que as pessoas deixem o dia da chegada bem livre e sem grandes planejamentos exatamente para evitar frustrações. As vezes o vôo atrasa, no caso de Gramado que é uma cidade longe do aeroporto, você pode pegar uma baita trânsito. Então evite colocar muita coisa pra visitar, comprar ingressos ou fazer coisas imperdíveis no dia da chegada. Então considere esse dia 1 como o 1º dia completo da sua viagem. (O roteiro leva em consideração quem está hospedado em Gramado, então se estiver hospedados em Canela você pode adaptar as suas necessidades).

Vamos começar fazendo o tour básico em Gramado. Comece conhecendo a famosa “Rua Torta”, apelido carinhoso da Rua Emilio Sorgetz, que é um dos pontos mais visitados da cidade pela sua forma que lemvra muito a famosa Lombard Street em São Francisco, na Califórnia. Tente ir cedo para pegá-la mais vazia.

IMG_2967.jpg
A famosa Rua Torta em Gramado

Atravesse a rua e conheça a Praça das Etnias. A Praça é linda e é nela que ficam uma galeria de artesanato onde você pode comprar algumas lembrancinhas da sua viagem e a Casa do Colono onde você encontra vários produtos da região a venda. Nos finais de semana funciona uma “padaria” ao lado onde vale a pena comprar uma cuca recheada para experimentar. É da Praça das Etnias que saem, também, os ônibus das rotas de agroturismo, um passeio que falarei mais a frente.

IMG_3664.jpg
Cantinhos fofos na Praça das Etnias

Siga a Avenida Borges em direção a Igreja Matriz de São Pedro. É a igreja principal da cidade. Não tire foto apenas do seu exterior, conheça a igreja por dentro, também.

 

Ao lado dela fica o Palácio dos Festivais, onde anualmente é realizado o Festival de Cinema de Gramado, um dos principais eventos de cinema do país. Mesmo que não queira visitar o museu que tem em seu interior (é pago), ou assistir à um filme, entre dele para ver a escultura do Kikito (confeccionado pela artista plástica Elizabeth Rosenfeld, o Kikito é o prêmio máximo do Festival) e alguns quadros de filmes brasileiros premiados.

Entre a Igreja e o Palácio dos Festivais fica a famosa Fonte do Amor onde os casais colocam seus cadeados.

 

Um pouco mais frente você verá o Largo da Borges, uma galeria cheia de lojinhas e logo em frente fica a famosa Rua Coberta com seus muitos restaurantes.

IMG_9457.jpg

A cidade de Gramado tem eventos lindos praticamente o ano todo. No período em que fomos estava acontecendo o Festival de Gastronomia. E estava montado exatamente ali perto da Igreja Matriz e da Rua Coberta. Foi incrível estar lá no período do evento. Se quiser ver mais veja nossos destaques no instagram @antesdeirblog

Depois de ver a Rua Coberta você pode seguir a Borges até o final, chegando no famoso Mac Donalds de arquitura alemã. Eu achei muito fofo. No caminho você verá diversas lojas de chocolate, cafeterias, restaurantes, lojas de sapatos. E passará também pelo “Espaço Tô de férias“. Um espaço que ficou super famoso por ter cenários para fotos no instagram. Como sempre que passávamos estava cheio acabamos não indo. Preferia gastar o tempo tomando chocolate quente em algum lugar do que enfrentar fila só pra tirar fotos em cenários bonitos…hehe.

IMG_3367.jpg
Famoso Mc Donalds fofo!

Se quando você terminar já estiver na hora do almoço pare para almoçar porque depois você pode ir para o outro lado da cidade. Ah! E não deixe de tirar foto com os famosos termômetros! Tem um em cada esquina!

5a436290-304a-4acd-a3e3-1a24baf3bde2

Depois do almoço pegue o carro e vá até a Fábrica de Chocolates Prawer. Confira no site os horários certinhos das visitas guiadas. A Fábrica fica na estrada entre Gramado e Canela e possui visita guiada gratuita (informação de 2019). E a visita é muito legal. Você vê todo o processo de produção do chocolate até a embalagem. E no final, se quiser, você pode adquirir alguns produtos na loja. A Prawer é uma das fábricas mais antigas da região e o chocolate é maravilhoso. Além disso, ver todo o processo super artesanal que eles mantém até hoje é impressionante. Durante a visita não se pode fotografar. Apenas na loja e num espacinho de demonstração dos produtos que eles colocam no final. A touquinha que estou usando na foto é obrigatória para entrar na fábrica. Eles distribuem a todos logo no início.

Depois de lá siga para o Lago Negro, o lago mais famoso e mais lindo da cidade. Ele tem um caminho pavimentado para que você possa dar a volta no lago inteiro. Ou você pode apenas sentar em dos cantinhos dele e relaxar. No Lago são oferecidos passeios de pedalinho também que você pode pagar na hora se quiser fazer. Em frente ao Lago Negro fica o Parque Alemanha Encantada, que quando eu estava montando o roteiro disseram que tinha uma torre super legal para ter uma vista do Lago, só esqueceram de dizer que pra subir na torre tem que pagar. hehe Dentro do parque em si, na área gratuita só tinham 2 lojas funcionando. Não subimos na torre não. Mas ela é muito bonita vista do lago.

IMG_9235
Ir pra Gramado perto da Primavera te oferece presentes assim!

Dia 2 – Comece visitando algum dos parques que permitem a vista para a Cascata do Caracol. Existem 2 formas de ver a Cascata. Uma é indo ate o “Parque do Caracol” que possui trilhas, uma torre mirante, lojinhas etc. A outra é indo até o “Bondinhos Aéreos”. Muita gente confunde achando que vai andar nos bondinhos no Parque do Caracol: não vai. São dois lugares diferentes, com administrações diferentes e valores de ingressos diferentes. Cada um permite uma vista diferente da Cascata também. O Parque do Caracol possui uma vista um pouco mais lateral e os Bondinhos possuem uma vista frontal. Lembrando que quem for no Parque do Caracol e quiser subir até a torre verde onde fica o mirante mais alto tem que pagar um valor fora o valor do ingresso de entrada.

IMG_2083

Como nós só tínhamos tempo para visitar um dos parques optamos por ir nos Bondinhos pois além da vista frontal ainda tinha o passeio de bondinho. No local tem estacionamento e várias lojinhas e lanchonetes também. O bondinho tem três estações: A central que é onde você irá embarcar e que já conta com um pequeno mirante para a cascata; A estação animal que é a mais alta onde você pode fazer uma pequena trilha para conhecer um pouco os animais da região (tem algumas esculturas, podem aparecer alguns animais ou não) e onde fica também a sala “Esculturas que falam“, onde você toca nas esculturas da forma que está descrito e ela emite um som. Eu confesso que achei todas muito parecidas, hehe. Mas as crianças adoram. E a última estação que é a Estação Cascata, onde fica o principal mirante para a cascata.

IMG_5848
Sala “Esculturas que falam”
IMG_8116
Mirante do Caracol
DCIM100GOPROG1651482.JPG
Que lugar mais lindo gente!

Ao sair de lá ir até a Catedral de Canela que é lindíssima! Visite o seu interior também. Provavelmente já estará na hora do almoço então você pode escolher algum restaurante ali pela região para almoçar. Aproveite para conhecer o centrinho de Canela. Ande até o final da rua principal e veja as casinhas dos artesãos e tire uma foto na famosa placa “Eu amo Canela.” Se tiver oportunidade vá algum dia à Canela a noite para assistir ao show de luzes da Igreja.

De lá se ainda tiver tempo visite o “Mundo a Vapor”. Olhando por fora parece só mais uma atração pega turista. Mas a visita ao Museu é super legal. Tem diversas miniaturas de máquinas a vapor de todos os tipos em pleno funcionamento. Vale super a pena. Se o visitar pare para ler o motivo do layout da fachada do Museu.

Dia 3 – Faça um dos passeios de agroturismo. Ainda pouco divulgados e conhecidos por quem viaja a Gramado, os passeios são uma experência única. Eles visitam diversas famílias que mostram as raízes do povo de Gramado e como viviam os primeiros imigrantes italianos e alemães que chegaram na região. Existem diversos Tours, como: Linha ávila, Raízes Coloniais, Tour do Vale. Nós fizemos o Tour Linha Bella e amamos. Você começa o dia numa Vinícola, depois conhece o casarão da família Marcon, o moinho da família Cavichion, e o marco do início da cidade de Gramado com a família Bof em seu açougue e abatedouro. Para encerrar um almoço italiano já incluído no valor do passeio (exceto bebidas) na Cantina Linha Bella com direito a apresentação musical. Curtimos muito o passeio. Para ver alguns vídeos veja os destaques no nosso instagram @anstesdeirblog

Dia 4 – Conheça o parque Snowland. O famoso parque de neve na região. É realmente incrível ver a infraestrutura de neve montada nesse parque. O local possui 3 áreas. Uma onde ficam as lojas e a pista de patinação no gelo, outra com os restaurantes e outra que é a área gelada onde fica a neve mesmo com todos os seus skibundas. Primeira dica: Mesmo eles oferecendo uma roupa de neve para usar no parque, ela não é suficiente. Vá de calça e leve blusca térmica, casaco quente para usar por baixo da roupa deles e principalmente: luvas (se possível luvas de neve), meias quentes, gorro e cachecol (gorro e cachecol eles nao fornecem, se você não levar terá que comprar na lojinha deles ou penar de frio lá dentro). A área gelada fica em -5 graus. Se você quiser realizar a experiência de deitar na neve e pegar na neve deixe para fazer isso antes de sair da área gelada, pois se você fizer no início terá que sair pra trocar de roupa pois não irá aguentar ficar com a roupa e as luvas molhadas. É congelante.

Todos os skibundas (atrações com as boias) estão incluídos no preço do ingresso e a patinação no gelo também (fora da área gelada). Agora, a aula de ski e o aluguel de equipamento são pagos por fora. Nós achamos bem caro e não fizemos as aulas não. Até porque gasta um tempo danado aprendendo o básico do básico do básico do ski, tempo esse que você poderia estar se divertindo nas atrações incluídas. Fomos em um dia de semana e estava bem tranquilo. Dava até pra repetir atrações.

Chegue cedo no parque pois ele fecha cedo também. Não deixe de assistir o show de patinação no gelo que normalmente acontece na parte da tarde. É lindo. Já pergunte a hora que o show acontecerá na entrada. Já o show de flocos de neve que acontece na área gelada eu achei bem sem graça..hehe.

O parque possui restaurante e algumas lanchonetes. Nós almoçamos no restaurante e o único benefício foi comer com a vista do parque pois a comida foi cara e não estava boa. Nos arrependemos. Era melhor ter comido uma pizza, ou hamburguer. E tinha até uma lanchonete que vendia um prato feito que estava com a cara melhor que a que comemos no restaurante. Se não fizer questão de almoçar coma nas lanchonetes.

O local possui estacionamento pago por fora. Compramos nosso ingresso pela internet antecipadamente e isso nos poupou a fila de compra e ainda pegamos um desconto. Vale a pena comprar antecipado.

Dia 5 – Visitar um dos parques da cidade. Como estávamos em casal optamos pelo Alpen Park que é um parque considerado mais teen. Se estiver com crianças considere visitar o Parque Terra Mágica Florybal, pois o Alpen Park não tem atrações para crianças muito pequenas, apenas o “Alpen Kids” que são aqueles escorregas com piscinas de bolinhas que você encontra em shoppings.

O Alpen Park fica em Canela num local um pouquinho mais distante da pista principal. Ele é bem pequeno e tem poucas atrações mas eu gostei bastante. Mas sou suspeita pois adoro parques né…hehe. Para poder ir nas atrações você tem duas opções: 1- Comprar o passaporte que te dá direito a ir a boa parte delas ou 2- pagar apenas pelas atrações que deseja ir.

IMG_9652

Nós optamos por comprar o passaporte pois estava em promoção no site do parque no período e porque permitia ir nas mesmas atrações quantas vezes quiséssemos. Se você for a todas as atrações do passaporte uma única vez e pagando separado sai mais caro que o passaporte que você pode ir várias vezes na mesma atração. A não ser que você queira ir ao parque só para ir em apenas 2 atrações, por exemplo. Neste caso não vale a pena o passaporte. O passaporte inclui 6 atrações: a montanha russa, o trenó (melhor atração do parque, fomos 4 vezes), o carrinho bate bate, um cinema 4D, um simulador de tiro interativo e a torre que despenca. Existem outras atrações no parque que são pagas por fora mesmo que você compre o passaporte: outros simuladores, tirolesa, arvorismo, quadriciclo.

5d50d574-905c-49d8-bee4-9922cb51e4a7
Trenó – Melhor atração do Alpen Park

Das atrações fora do passaporte nós só fizemos a tirolesa e foi bem legal! É uma tirolesa com percurso razoável. Alguns parques vendem tirolesa com percurso super curto. O deles eu achei bem legal!

O parque tem estacionamento com valor pago por fora e também tem um restaurante com preços razoáveis com vista para tirolesa. Tem ainda lojinha de souvenir e sorveteria. Vale a pena visitar principalmente se for em dias de semana. Nós fomos numa segunda-feira e estava tão vazio que repetimos os brinquedos diversas vezes. Uma das funcionárias do parque disse que no dia anterior, que era um domingo, estava lotado com muitas filas. Se você chegar no horário de abertura do parque dá pra aproveitar bastante até a hora do almoço em um dia mais vazio.

Então, se sair de lá ainda cedo vale a pena conhecer o Le Jardin Parque de Lavanda. Um jardim lindo que possui uma estufa com várias mudas, inclusive de lavandas, é claro; uma lojinha com vários itens maravilhosos, um restaurante e muita área verde livre. Só não é permitido fazer piquenique lá. O local é lindo, tem um cheiro maravilhoso e é mais um daqueles que servem pra você relaxar durante a viagem. A entrada é paga e tem estacionamento. Se não conseguir visitar no mesmo dia que o parque vale a pena incluir em outro dia no seu roteiro.

IMG_4811
Um dos cantinhos fofos do Jardin de Lavanda
IMG_4021
Vocês não tem noção do cheiro deste lugar!

Dia 6 – Nesse dia você poderá contratar um passeio que dure o dia inteiro caso queira conhecer outros lugares próximos a Gramado e Canela. Duas opções são: Fazer o passeio de Maria Fumaça ou para o Cânion Itaimbezinho.

O passeio de Maria Fumaça dura o dia todo pois o trem não sei de Gramado e sim de uma cidade próxima chamada Bento Gonçalves. Algumas agências inclusive parem na cidade de Nova Petrópolis antes de chegar lá para o passeio. Dizem ser muito bom. Como tivemos apenas um dia para escolher um passeio de dia inteiro optamos pelo Cânion Itaimbezinho. Se você tiver 2 dias pode valer a pena fazer os dois: Itaimbezinho e Maria Fumaça.

O passeio para o Cânion Itaimbezinho pode ser contratado por diversas agências na região. O Cânion fica localizado na cidade de Cambará do Sul (mais ou menos 115km de distância de Gramado). O ônibus costuma buscar no hotel e já parar no Parque Aparados da Serra onde começam as trilhas para o Cânion. Caso queira saber mais sobre esse passeio acesse nosso post “Vale a pena ir ao Cânion Itaimbezinho em sua viagem a Gramado?

IMG_4373
Só uma fotinho pra vocês terem uma idéia da beleza desse lugar! Leia o post completo que fiz sobre ele!

Atrações em Gramado com crianças

Como falei antes, como estávamos sem crianças deixamos de fazer algumas atrações que podem ser muito legais caso você esteja com crianças. Então, avalie e opte incluir no seu roteiro:

Mini mundo: Parque com cidades em miniaturas.

Aldeia do Papai Noel: Parque temático de Natal com a casa do Papai Noel, fábrica de brinquedos, neve artificial, trem, monotrilho e renas de verdade. Os animais na verdade são cervos. Vale a pena visitar o local mesmo se não estiver com crianças se tiver tempo em sua programação.

Vale dos Dinossauros: Parque temático com dinossauros animatrônicos, lanchonetes e lojas.

Parque Terra Mágica Florybal: que citei logo acima que você pode colocar no lugar do Alpen Park se estiver com crianças muito pequenas.

Isso tudo além do Snowland, que nós já contamos no roteiro acima, é claro.

 Outras atrações em Gramado

Acho importante citar aqui no post pois até quando eu estava fazendo os stories do Instagram durante a viagem recebi muitos questionamentos se eu não iria na atração “Super Carros”.

Existem diversas atrações que são super conhecidas em Gramado e são muito divulgadas e vendidas pelas agências da cidade como atrações imperdíveis por lá. Porém, pesquisando um pouquinho você constata que essas atrações são mais daquelas armadilhas “pega-turista” = com preços altos e sem grandes atrativos. Então, não tive interesse em visitar nenhuma delas, até mesmo porque, se você pesquisar no tripadvisor verá muita reclamação de quem foi.

Mas, como eu sei que muitas pessoas, mesmo assim, fazem questão de conhecer esses lugares então seguem abaixo:

Museu de Cera: Já é bem famoso e tem em vários lugares do mundo. Muita gente acha um passeio superrr legal. Eu, sinceramente, não vejo muita graça. Mas pra quem gosta, dizem que o de Gramado é ótimo.

Salão Super Carros: Salão com exposição de carros de luxo e de corrida. O valor do ingresso é alto e só para a entrada mesmo. Alguns simuladores dentro do salão são pagos por fora e a experiência de pilotar um desses carros também é paga por fora. Aliás, a experiência de pilotar tem um preço bem elevado, tem vários riscos (recentemente uma turista bateu com o carro, nem quero imaginar o preço pago) e vamos combinar: qual é a graça de pilotar uma Ferrari em pistas que as vezes exigem que você ande a 40km/h? Enfim, se você pesquisar no tripadvisor verá muitas reclamações sobre o local.

Hollywood Dream Cars:  Salão com exposição de carros antigos. Se você curte carros antigos pode valer a pena. Se não, não vejo motivo para a visita. Só mais um local para fotos.

Harley Moto Show – Um bar todo com temática e exposição das motos Harley Davidson. Cobra a entrada e ainda cobra a consumação. Vale a pena se você for um super fã de Harley Davidson, pois você irá amar tudo lá dentro. Agora, se não for, acho muito caro também.

Dica: Se quiser ir em todas as atrações acima vale mais a pena comprar um combo que é vendido por lá do que pagar cada uma separadamente, por que sai mais caro. Se quiser ir a uma só aí vale mais a pena comprar só o passe para aquela atração mesmo. Mas sempre confira o valor total do combo para ver se agência não está te enrolando. Confira o valor individual e o valor total para ver se vale a pena. Na dúvida compre diretamente do site da Dreams que é a empresa que oferece todas essas atrações: https://www.dreamticket.com.br/empresa/gramado

Reino de Chocolate – Visita a Fábrica de chocolates da Caracol mas que também é meio que um museu que conta um pouco a história do chocolate. Como já tínhamos feito a visita a Fábrica da Prawer (e que foi gratuita), não quisemos ir nessa (que era paga). Mas se tiver tempo e disposto a gastar o valor cobrado na entrada pode ser legal. Muitas pessoas reclamam que o preço é alto para o que é exibido. Existe uma experiência no local onde você pode preparar seu próprio chocolate mas é paga por fora.

Olivas de Gramado – Nesse nós queríamos muito ter ido. É um parque que fica em cima de um cânion na Linha Nova em Gramado onde você pode fazer um tour pelas plantações de oliveiras, fazer uma degustação com queijos e o azeite de oliva deles e ainda possui algumas trilhas auto-guiadas. O local tem entrada paga e ainda possui um restaurante e uma loja em que a consumação não está incluída no preço do ingresso.  Precisaríamos de mais um dia para incluí-lo em nossa viagem. Uma pena. Queria muito ter ido.

Bom, gente, é isso! Ainda existem diversas outras atrações em Gramado (muitas mesmo). Mas acho que consegui um roteiro básico e listar as principais. Se tiver alguma que você curtiu muito e eu não citei comenta aí pra gente!

Quer dicas de onde comer em Gramado? Clique aqui

E lembrando que se quiserem fazer reserva de hotel ou compra de seguro, aluguel carro e chip é só clicar neste link. Usando o nosso link para a compra nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter este blog ativo! Entao, se você gostou das nossas dicas reserve por lá! De vez em quando aparecem alguns descontos!

Nos siga no instagram: @antesdeirblog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s