Passo a passo para planejar sua viagem

Bom, espero que este post ajude você a planejar sua viagem com mais liberdade!

Vamos lá?

1- Defina a quantidade de dias de sua viagem – Defina a quantidade de dias que você tem para viajar. Isso vai ter ajudar com a escolha do destino e a ter uma idéia do custo. Por que a quantidade de dias influencia no destino? Porque existem destinos que dependem de uma quantidade mínimo de dias para aproveitamento. Por exemplo, se você só tiver 5 dias para viajar, não vale muito a pena (na minha opinião, ir para os Estados Unidos, por exemplo. Você vai gastar um bocado com vôo e vai levar 2 dias, pelo menos, só pra ir e voltar. Você pode curtir? Até pode. Mas, eu deixaria uma viagem assim pra quando tivesse uns 8 dias no mínimo. Além disso, ajuda a ter a idéia do custo da viagem pois a quantidade de noites influencia no gasto com hospedagem, aluguel de carro, despesas no local etc.

2- Defina o destino – Agora que você já tem sua quantidade de dias, escolha seu destino. Primeiro: Será nacional ou internacional? Praia ou serra? Longe? Perto? Veja o clima do local no período que você pretende ir. Período de verão aqui é período de inverno em outros países. E as vezes é inverno rigoroso. Não gosta de neve? Então pense duas vezes. A escolha aqui é sua!

3- Escolha uma previsão de data e comece a pesquisa – Escolha uma previsão de datas. E comece a pesquisa. Faça uma planilha onde você possa ir fazendo suas anotações, dicas, e pesquisas de preços. (Não gaste muito tempo nesta etapa. Ela é apenas para ter uma idéia de custos e definir se você conseguirá ou não ir para o destino escolhido. Deixe o planejamento completo para a etapa 8)

Pesquise vôos (Decolar,Skyscanner), hotéis (escolha pelo menos 3 vendo preços no TripAdvisor, Booking), pontos turísticos, aluguel de carro (Rentcars) etc. Pois isso poderá fazer você alterar o destino caso não esteja de acordo com seu orçamento e acabar voltando para o passo 2..rs. Nessa etapa não orce com agências e nem pacotes em sites de viagens, a não ser que você prefira este perfil de viagem. Mas o ideal é ir anotando os preços separadamente.

Lembre sempre de adicionar pelo menos uns 30% a mais no valor (se você for um viajante econômico) para viagens nacionais e 50% a mais para viagens internacionais (pois nesse caso você ainda tem que comprar dinheiro).

Pronto? Já teve uma idéia de preços? Vai caber no seu bolso? Então vá para a etapa 4.

4- Verifique se o seu destino depende de algum item restrito para acesso – Isso inclui: passaporte, vistos, vacinas, autorizações, formulários etc. Lembre-se que algumas dessas coisas podem levar meses para serem liberadas (passaportes e vistos, por exemplo), então avalie o tempo que você tem disponível antes de comprar qualquer coisa.

Caso você não tenha passaporte veja como dar entrada no seu passaporte clicando aqui.

Para saber como dar entrada no visto americano clique aqui.

Para saber um pouco mais sobre as vacinas clique aqui (Lembrando que o ideal é pesquisar especificamente para o destino escolhido quais as vacinas solicitadas.)

5- Compre o vôo – Dou sempre essa dica para todos porque é o que faço. A primeira coisa que escolho é o vôo. Por 2 motivos:

  • As companhias aéreas vivem fazendo promoções. Aí vai que você reservou no ímpeto aquele hotel maravilhoso sem direito a reembolso para o período de 1 a 10 de janeiro, por exemplo, e aí a Avianca faz uma promoção com vôo pela metade do preço para o período de 2 a 11 de janeiro? Eu ficaria bem chateada. E vôo é uma das despesas mais altas da viagem. Hotel tem muitos! Se você não conseguir vaga no que você queria vai conseguir em outro parecido ou não tão parecido, mas tudo bem. A nao ser que você sonhe muitooooo com algum determinado hotel específico. Mas aí terá que arcar com vôos a preços normais! Eu prefiro as promoções!
  • Outra questão é que o vôo pode interferir em diversas outras coisas: Exemplo, pense numa viagem que comece dia 10 e termine dia 20. No dia 10 você consegue um vôo às 21h que só vai chegar no seu destino  às 11h do dia seguinte. Logo, você só precisará de hospedagem de 11 a 20. Entendeu? Além disso, para aluguel de veículos é necessário informar que horas você vai retirar e que horas irá devolver. Isso também tem relação direta com o vôo. Exemplo. Se meu vôo chega no meu destino às 11h da manhã, eu posso escolher o horário de 12h para pegar o carro no aeroporto (pra dar tempo de pegar mala, procurar a loja, fazer um lanche etc.). E se meu vôo de volta é às 14h, meu embarque será em torno de 1h antes para vôos nacionais e 2 horas antes para vôos internacionais contando despachar de malas etc, então, posso agendar a devolução para 1h antes do horário de embarque. Vôo, pra mim, pode influenciar tudo! Inclusive escolher um hotel no aeroporto, ou próximo dele, para passar a primeira noite de chegada caso a hora de desembarque seja de madrugada, por exemplo. Afinal, não é todo mundo que quer dirigir, ou pegar transfer, taxi, em um lugar não conhecido pela primeira vez em plena madrugada.

6 – Escolha o hotel – Com vôo escolhido é hora de selecionar seu hotel! Não pense apenas no critério “conforto”, pense em tudo! Verifique o que você mais gosta de fazer.

Se é do tipo que gosta de um “footing” diurno ou noturno, escolha hotéis em locais mais centrais onde imperem os restaurantes, lojinhas etc.

Se quer facilidade à determinado centro turístico, procure o hotel que fique próximo dele a ponto de você ir a pé, por exemplo.

Se está de carro, verifique se o hotel tem estacionamento. Se não está de carro, veja um hotel que te possibilite acesso a transporte público.

Se prefere resorts tenha em mente que eles quase sempre ficam em locais mais afastados dos centros comerciais.

Mas é um mundo de possibilidades. Coloque o site do tripadvisor e do Booking numa aba do navegador e o google maps na outra! Isso é maravilhoso! Eu faço até um tour com a opção “satélite” do Google Maps pra dar uma olhada no entorno do hotel!

Faça sua reserva pelo Booking clicando aqui e ajude a manter nosso blog ativo!

7- Alugue o carro ou verifique os meios de transporte – Se alguém me perguntar se deve alugar um carro para a sua viagem, na maioria das vezes eu direi “sim”. Você tem muito mais liberdade para fazer seu roteiro e seus passeios do jeito que você quiser. Porém, existem lugares em que você pode optar por não alugar um carro: quando você reserva pousadas ou hotéis em localizações centrais com transporte para diversos pontos turísticos, quando o trânsito da cidade visitada é caótico, quando der pra fazer a maioria das coisas a pé etc.

Sendo assim, se optar por alugar um carro minha dica é buscar na Rentcars.com

Uso a Rentcars muitas vezes e acho ótima porque ela faz uma busca em diversas locadoras ao mesmo tempo, então posso comparar preços. Além disso, as vezes ela tem descontos que não tem no site das locadoras. E um benefício para quem aluga carro no exterior é que eles permitem o pagamento em reais no boleto. Isso pode ser ótimo numa época de variação constante do dólar. A maioria das locadoras só efetua uma reserva e você tem que pagar no local no cartão de crédito. Às vezes quando você chega lá o dólar já está mais alto do que na época que você consultou aqui e seu custo acaba por ficar mais alto. Então pagar no Brasil e em reais com a cotação do dia pode ser uma boa.

Se for viajar para fora costumo usar a Rentcars para alugar pela Álamo. Os carros são ótimos, se você chegar lá e não tiver padrão do carro que você alugou eles oferecem um upgrade e a melhor parte: tem um totem para dar entrada na retirada do carro, o que evita que você tenha que ir até o balcão falar com o atendente. Isso é um ponto positivo, pois, quem alugou carro sabe que eles sempre tentam oferecer todo tipo de seguro do mundo quando você vai fazer a retirada. Agora imagina isso com o cara falando em inglês. rss Você tem que prestar muita atenção pra não ser enrolado. No totem você simplesmente aperta o botão dizendo que não quer e pronto.

Alugue seu carro pela RentCars clicando neste link!

Os seguros que acho importante ter quando se aluga o carro são: a proteção contra roubo e proteção à terceiros.

8- Faça um seguro viagem – Pode parecer bobagem mas é muito importante.

Para viagens nacionais: Se seu plano de saúde tem cobertura nacional e você tem cartão de crédito com seguro viagem, beleza. Acho que pode ser suficiente. Mas, se mesmo assim quiser fazer um seguro viagem faça! Por que pode cobrir coisas que o seguro do cartão não cobre como: extravio de mala, internação de emergência, retorno imediato..etc.

Para viagens internacionais: Sempre faça um seguro viagem! Nunca precisei usar até agora. Mas tenho amigos que já passaram por diversas situações fora do país e é sempre bom estar prevenido. Às vezes uma infecção intestinal pode fazer você ter um gasto que não está preparado.

Faça seu seguro viagem com a Seguros Promo clicando neste link!

9- Planeje seu roteiro – Essa é a parte mais legal! Use nosso blog para te ajudar!

Escolha os pontos turísticos, veja as melhores datas para visitá-los, quais ingressos são melhores de comprar com antecedência, restaurantes, reservas para restaurantes, shows no período, endereços importantes (hospitais próximos, consulado, igrejas, aeroportos, rodoviárias, etc), melhores locais para compras, cidades próximas que dê pra visitar etc!

10- Faça um check-list para o dia que for arrumar as malas – Coloque tudo que você precisa levar: roupas, documentos, vouchers de vôo e hotéis, ingressos, adaptador de tomadas, kits de higiene, medicamentos etc.

11- Arrume suas malas com antecedência

12- Chegou o dia? Divirta-se! – E não se estresse caso saia alguma coisa fora do planejado! As vezes imprevistos nos levam a experimentar coisas que não faríamos se tudo tivesse dado certo!

Dê uma chance pra mudar o roteiro, pra gostar de um restaurante não pesquisado, pra repetir um local que gostou muito! Choveu no dia da praia? Vá pra um museu, shopping, parque fechado. Mas curta muito!

Veja aqui o modelo de planilha que preencho em todas as minhas viagens! Adaptei essa planilha para mim e compartilho com vocês o modelo que eu uso!

A primeira vez que recebi uma planilha de viagem achei que era muita coisa pra preencher, mas agora vejo o quanto é importante para o planejamento total e até pra uma avaliação posterior!

A minha primeira foi um presente compartilhado pela minha amiga de escola Carolina Gonzaga, que é alguém que eu sempre incentivo à escrever seu próprio blog com suas experiências! Obrigada Carol!

Vai pra algum lugar muito frio? Veja nosso post com dicas do que levar!

Gostou desse blog? Reserve com nossos parceiros clicando nos links abaixo e nos ajude com uma pequena comissão!
Hospedagem com o Booking.com
Aluguel de Carro com a Rentcars
Seguros com a Seguros Promo

 

 

5 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s