Trilha da Pedra Bonita, uma trilha pra quem não é trilheiro!

Sempre admirei as pessoas que colocam suas mochilas nas costas e saem trilhando por aí. Mas nunca foi muito a minha praia e por isso não investia muito. Mas sempre quis ter a oportunidade ver as vistas maravilhosas da minha cidade! E que cidade maravilhosa mesmo não é? Podem dizer o que for dela, não a troco!

Então comecei a pesquisar por trilhas que pudessem ser relativamente fáceis para quem nunca tinha “trilhado”. E nas minhas buscas encontrei duas opções: A Trilha do Morro da Urca (que eu já tinha feito apenas um trecho para fotografar) e a Trilha da Pedra Bonita, que além de nãos ser uma das mais difíceis ainda tinha o privilégio de ser conhecida como a que tinha uma das vistas mais lindas da cidade!

Então, escolhemos a Pedra Bonita, colocamos nossos tênis e partimos pra aventura!

O que levar? Uma mochilinha leve com água, snacks (barrinhas, chocolatinhos etc), protetor solar, repelente, boné, coisinhas de primeiros socorros (em caso de corte, por exemplo), celular e/ou câmera!

Como chegar? Nós fomos de carro. Então colocamos no waze “Rampa de vôo livre” e ele já leva direto para o estacionamento.

Quando ir? De preferência não faça o que fizemos e vá em um dia de sol. Se o dia estiver nublado, além da trilha estar um pouco escorregadia (como estava quando fomos) você ainda corre o risco de chegar lá em cima e as nuvens terem tapado toda a vista. Kkkkk Ainda bem que esperamos um pouquinho e o tempo abriu um pouco.

Como é? Antes de começar a trilha nós aproveitamos que estávamos lá no estacionamento da rampa de vôo livre e aproveitamos para ver o pessoal saltando e se preparando para o vôo. A vista é linda e ir até lá foi legal porque deu um incentivo a mais para marcar o vôo para mim…já estava querendo fazer a tempos!

20180906_115003
Peguei na hora do salto!!! Olhem isso!!!!

Logo à direita do estacionamento tem uma guarita com o indicativo de início da trilha com um fiscal. Nós tivemos que dar o nosso nome e o telefone de contato de alguém que não estivesse na trilha.

20180906_120045

20180906_120039
Orientações!

A subida não é difícil, mas, assim como qualquer outra trilha não indico pra quem é sedentário! Para nós foi tranquila porque praticamos atividade física regularmente mas, ainda assim, levamos quase o dobro do tempo de quem já está acostumado a esse tipo de atividade. Porque não é só a subida: tem a subida, as pedras, os obstáculos…e a pista escorregadia não ajudava muito..rs.

IMG-20180907-WA0017
Um trechinho da trilha! Essas pedras ajudam muito!

Ao chegar lá em cima que coisa mais linda ver aquela pedra imensa para caminhar…mas ao mesmo tempo..que decepção..muitas nuvens! Não víamos nada! Kkk

20180906_124900

Consegui convencer o marido a ficar um tempo lá e então conseguimos ver alguma coisa quando as nuvens saíam um pouco da frente!

20180906_131108

Aproveitamos para fazer um lanchinho lá em cima e depois começamos a descida que é bem mais fácil e só não a fizemos mais rápido por que estava muito escorregadio!

Simplesmente amei a experiência e já voltei de lá procurando outra pra fazer…quem sabe um dia chego no nível de encarar a famosa “carrasqueira” da Pedra da Gávea? Hehe Essa sim tem que ter muito preparo! Aliás, de lá da Pedra Bonita a gente conseguia ver a galerinha que encarou a Pedra da Gávea lá em cima. Deu dó….encarar aquilo tudo e nem ter uma “vistinha” pra olhar no final….heheh

É isso galera!

Ah! De preferência faça como fizemos e vá em dia de semana. É bem mais tranquilo!

Quer mais dicas do que fazer no nosso Rio de Janeiro? Acesse esse post!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s